BKVIAJA: 12H EM PARIS

Hi Buddies,

Sei que já voltei de Paris há quase um mês, mas acho que ainda vale um post… Resolvi escrever sobre o que fazer em 12h na “Cidade Luz”. Tenho certeza que vocês vão gostar. Mas, antes de começar a escrever sobre o trajeto, quero dar uma dica sobre aonde se hospedar. Essa vale ouro!

Após quase uma noite sem dormir de tanto pesquisar na internet um hotel sem carpete no quarto (sou super alérgico), descobri um único (pelo menos no booking.com). O Hotel chama-se “Hôtel Mercure – Paris Arc de Triomphe Etoile”, e fica a dois quarteirões do monumento que intitula o hotel. Bonitinho, é todo decorado no melhor estilo “butique”, com quartos novinhos, limpos e sem carpetes! Além disso, o preço é bem amigo e esta situado na avenue des Ternes, cheia de lojas como: Sephora, Muji, Gap, Fenac, entre outras. Eu adorei! Então, vamos lá!

Hôte Mercure – Paris Arc de Triomphe Etoile

27, avenue des Ternes – Tel.: +33.0.825.80.19.19 – www.mercure.com

9h: caso consiga se hospedar neste hotel, acorde cedo e tome um excelente café da manhã por lá mesmo. É uma delícia.

10h: Sephora e Muji

Sephora: como disse logo acima, do lado do hotel existe uma loja Sephora que, por incrível que pareça, esta sempre meio vazia. Ou seja, você consegue um ótimo atendimento com especialistas que indicam e tiram dúvidas sobre produtos e etc.

Endereço: avenue des Ternes – www.sephora.com

Muji: para quem não conhece, é uma loja japonesa que existe em vários quantos do mundo, com milhares de coisas úteis para o dia a dia a um precinho camarada. Tem de tudo mesmo, desde frascos vazios para carregar xampu em viagens até roupas masculinas e femininas. Uma tentação.

Aproveite que esta do lado do hotel e volte até lá para deixar as sacolas.

Endereço: 51 avenue des Ternes – Tel.:+33.1.40.55.55.90 – www.muji.com

11h30: Louis Vuitton Champs Elysée e Espace Culturel Louis Vuitton

Louis Vuitton Champs Elysée: bom, impossível ir a Paris e não passar na famosa loja da marca, na principal Avenida da cidade. Tem que conhecer, pois esta é a matriz da LV. A loja possui sete andares, repletos de acessórios, roupas, livros, malas, etc… É uma LOUCURA, você fica até tonto. Geralmente, tem uma pequena fila de japoneses na porta querendo entrar. Normal!

Caso faça alguma compra, não esqueça de pedir o Tax Free, para depois resgatar 12% do que gastou na loja no aeroporto (isso vale para quase todas as lojas na França). Dica: peça para resgatar em dinheiro e aproveite o Free Shop do aeroporto… 😉

Espace Culturel Louis Vuitton: essa nem eu sabia. Existe um espaço no sétimo andar da loja dedicado à exposições. Neste momento, acontece uma muito legal, chamada “Turbulence”. Vale a pena a visita e pouca gente conhece… O passeio já começa pelo elevador completamente escuro que te leva até o andar da exposição. Eu conferi esta que em cartaz, até o dia 16 de Setembro. Cool!

Endereço: 101, avenue des Champs-Elysées – www.louisvuitton.com

13h30: Almoço no Restaurante L’Avenue

Sou suspeito para escrever sobre o L’Avenue. Sou aficionado por este restaurante e se deixar, almoço por lá todos os dias. A comida é uma delícia, mas o que mais agrada é a badalação do lugar e a “champa” sempre gelada. Também, não é pra menos, o restaurante fica na famosa avenue Montaigne, um lugar bem “singelo”, com umas lojinhas como Gucci, Prada, Cèline, Louis Vuitton, Yes Saint Lauren, entre outras… Mas voltando ao restaurante, indico para saborear dois pratos: o steak tartar e o filé mignon ao molho bernaise. Très Bien!!

 

Endereço: 41, avenue Montaigne – www.avenue-restaurant.com

15h: Goyard

Desconhecida de muita gente até sua chegada ao Brasil, a Goyard é uma marca especializada em malas e acessórios. Super tradicional, foi criada em 1853 por François Goyard é a preferida da alta sociedade e elite parisiense quando o assunto é viagem. Existem dois endereços da loja na famosa Saint Honoré, uma no número 233 e outra na 352, sendo esta última dedicada a acessórios para animais de estimação. Não esqueça de conhecer também a loja Colette, que é perto da Goyard.

Endereço: 233, Saint Honoré – www.goyard.com

16h45: Fleux

Situada no simpático bairro do Marais, esta loja é demais. Sabe aqueles objetos de decoração que, depois de muita procura, você encontra em São Paulo por R$1.000,00? Na Fleux eles custam lá 10X menos. A loja é um sucesso, tanto que abriu outra exatamente em frente, maior e com mais opções. Aproveite que o Center Pompidou esta na esquina e vá conhecer!

Endereço: 39 rue Sainte-Croix de la Bretonnerie – Tel.: +33.01.42.78.27.20

19h: Torre Eiffel

Como desta vez estive em Paris no verão, às 19h o dia ainda esta bem claro e quente. Portanto, no caminho pra a Torre, passe em um supermercado e compre uma, duas, três garrafas de champanhe ou vinho, arrume um espaço no gramado  Camp de Mars e fique por lá até as luzes da Torre se ascenderem. Para quem ainda não conhece, é emocionante.

Endereço: Avenue Gustave Eiffel

21h: Jantar no Chez Clément ou Buhdah Bar

Chez Clément: Estávamos voltando para o hotel, quando avistei este charmoso restaurante. O Chez Clément parece um restaurante do interior da França, com decoração toda rústica e cheia de detalhes. A comida é deliciosa e muito farta, quase não consegui comer todo o prato. O preço é normal, ficou por pessoa, com entrada, comida e bebida, 40 Euros.

Endereço: 19 bd Beaumarchais – Tel.: +33.01.40.29.17.00 – www.chezclement.com

Buddah-Bar: bom, aqui já é outra categoria… Super chique, necessita de reserva antecipada. Um dos mais famosos restaurantes de Paris, o Buddah-Bar é quase um ponto turístico. Fica ao lado do famoso “Hôtel de Crillon”, na Place de la Concorde. A decoração é linda, com um Buda gigante no meio do salão principal. Pedimos para jantar uma espécie de “menu degustação”, com várias entradas, pratos principais e sobremesas. Tudo maravilhoso e regado a muito vinho. Não é barato, mas também, não é todo dia que se esta em Paris… Então, aproveite! Vale lembrar que para frenquentar este tipo de restaurante é importante estar bem alinhado, vestido com sapato, camisa e paletó.

Endereço: 8, rue Boissy d’Anglas – Tel.: +33.01.53.05.90.09 – www.buddahbar.com

Última dica: quando estiver voltando dos restaurantes, aproveite para tirar uma foto na Champs Elysée com a imagem do Arco do Triunfo todo iluminado. #ficaadica

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 Comentários:
  1. Rapha

    Vale a pena conferir tudo!!! Difícil se controlar com tantas compras.rs

  2. Cézar Augustus

    Perfeito Kadu! Qnd voltar a Paris vou fazer 12h “le style de” de Kadu Dantas!!!! Abraços querido.

    • Kadu Dantas

      Faça sim! Você vai gostar… 😉
      Abraço!

  3. Marlene

    Oi Kadu, nunca viajei para fora, gostaria muito de quando fosse viajar conhecer as lojas das mais renomadas grifes, más como funciona lá dentro? Os atendentes falam em português? Isso funciona em quase todas das mais famosas grifes?

    • Kadu Dantas

      Olá Marlene,
      hoje, os brasileiros são muito bem recebidos em qualquer loja.
      Mas nem sempre foi assim… Mas as coisas mudaram.
      Se você for viajar pra Miami, com certeza vai encontrar vendedores que falam português, já em outras cidades será mais difícil.
      Mas não se preocupe com isso, quando for viajar, não fique com receio de entrar em alguma loja, nem que seja só para conhecer. Aproveite cada momento.
      Beijo!