BKVIAJA: 12H EM ISTAMBUL – TURQUIA

Blog do Kadu - Istambul 1
Hi, Buddies,

Certa vez, escutei a seguinte frase: “Não importa o quanto você conheça do mundo: Istambul vai lhe impressionar”.

Dito e feito!

A frase logo teve sentido quando cheguei ao hotel Senator, da rede Best Western, em que fiquei hospedado, no bairro mais antigo, Sultanahmet, especialmente escolhido pela Potencial Travel, agência com know-how em viagens personalizadas. O hotel, além de muito confortável e bem localizado, é cercado pela grandiosidade de monumentos como a Mesquita Azul, Haghia Sofya, o Palácio Topkaki e o Grand Bazaar, logo fiquei deslumbrado!

Também, não é pra menos, com mais de dois mil anos de história, Istambul é a antiga cidade de Constantinopla. Às margens do Estreito do Bósforo, trata-se da única cidade do mundo com um pé na Europa e o outro na Ásia, o que a faz viver entre a tradição e os novos tempos.

Hoje, a cidade de 12 milhões de habitantes está em plena ebulição. Mantém as belezas que lhe deram fama ao longo dos séculos, mas vive uma efervescência cultural. Além disso, é repleta de bares descolados e restaurantes ultra-mordenosos, clubes noturnos bacanas, lojas de roupas, design e galerias de arte.

À convite da Turkish Airlines, montei um roteiro com alguns lugares que são imperdíveis em sua primeira visita à cidade. Ah, e o melhor, dá pra fazer em 12h. Eu mesmo testei!

Confira!

OBS.: O Grand Bazaar é passagem OBRIGATÓRIA! Separe um dia para visitar o maior e um dos mais antigos mercados cobertos do mundo. Aberto em 1461, é muito conhecido principalmente pela joalharia, cerâmica, especiarias e tapetes. Tem mais de 60 ruas cobertas e centenas ou milhares de lojas.

9h: Palácio Topkapi

Um dos lugares mais fascinantes que já conheci, o Palácio Topkapi foi o primeiro palácio dos Sultões Otomanos, funcionando como residência e centro administrativo para o império Otomano, um dos maiores do mundo, por 300 anos. Foi construído após a conquista de Istambul pelos turcos, entre 1475 e 1478, a pedido do sultão Fatih Mehmet.

Com 700 mil m2, por lá viviam 5 mil membros da família real, soldados e criados. É um banho de informação, história e cultura! Não esqueça de alugar o audio guide em português para entender como tudo funcionava.

Aproveite e almoce no restaurante que existe dentro Palácio, o Konyali. A comida é deliciosa, vale à pena!

13h: Haghia Sofya

Construída por Justiniano I, no século VI, foi o centro do Império Bizantino durante quase mil anos. Considerada uma obra universal pela técnica que possui, cobre uma superfície de 1,6 hectares. Mais de 10.000 operários trabalharam em sua construção. Quando os turcos conquistaram Constantinopla, a igreja foi transformada numa Mesquita. Desde 1931 é um museu. IMPERDÍVEL!

14h30m: Mesquita Azul

Construída entre 1600 e 1616, a pedido do sultão Ahmet, é a mais espetacular e linda mesquita de Istambul, por ser a única com 6 minaretes. Não é permitido entrar de sapatos, graças ao enorme tapete do existe em seu interior, e nem de bermuda. As mulheres precisam de uma lenço para cobrir a cabeça.

15h15m: Cisterna Yerebatan

A mais famosa Cisterna do mundo, devido ao filme do 007 “From Russia with Love”, e mais recentemente, pelo livro Inferno, de Dan Brown, foi construída por Justiniano I, em 532, após a Revolta de  Nika, para armazenar 100.000 m3 de água.

16h: Chora Museu

Depois da Haghia Sofya, é o mais importante exemplo de arte Bizantina em Istambul. Foi transformada em mesquita em 1511, quando acrescentaram um minarete. Desde 1948 é um museu muito importante, onde as pinturas chegam a ter um efeito tridimensional. Os mosaicos bizantinos nas paredes e nos tetos mostram a vida de Nossa Senhora e a vida de Cristo, sob visão da igreja Ortodoxa. Maravilhosa!

17h30m: Istklal Caddesi

A famosa e mais movimentada rua de Istambul é uma loucura! Supercomercial, com lojas como H&M, Zara e Nike, possui um charmoso bondinho elétrico e docerias deliciosas. Passagem obrigatória!

19h: Torre de Gálata

A Torre de Gálata é  a mais antiga torre de Istambul. Foi construída em 528 pelo rei de Bizâncio. Já foi de prisão a depósito naval. Mede 61 metros de altura, sendo que na parte de cima da torre há um restaurante e um salão de festas com vista para “O Chifre de Ouro” e a parte antiga de Istambul.

20h: Ponte de Gálata

No séc. XIX, quando as áreas residenciais se expandiram para o norte do “Chifre de Ouro”,  várias propostas de pontes foram apresentadas aos sultões, inclusive uma feita por Leonardo da Vinci, séculos antes. Quando o Palácio Topkapi foi abandonado e a dinastia mudou-se para o Palácio Dolmabahçe, a construção da ponte foi inevitável. A idéia da construção foi da rainha-mãe (válide) e por isso teve o nome de Ponte de Valide Sultan. Em 1992, ela foi reconstruída, com 80m de comprimento e, hoje em dia, é o local preferido para pescar.

21h: Chifre de Ouro

O “Chifre de Ouro” ou “Corno de Ouro”, é um estreito de mar de 7Km de comprimento, que divide o lado europeu em duas partes. É especialmente linda a noite.

Blog do Kadu - Istambul 2

Haghia Sofya

Blog do Kadu - Istambul 3

Haghia Sofya

Blog do Kadu - Istambul 4

Haghia Sofya

Blog do Kadu - Istambul 5

Mesquita Azul

Blog do Kadu - Istambul 6

Chora Museu

Fotos: Arthur Vahia

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *