BKFWTOUR: MONTBLANC DIARIES – 27/06/2014

Blog do Kadu - MONTBLANC1

Meu dia de desfiles começou tarde, por volta das 16h, com a Cerruti. A marca não é muito famosa entre os brasileiros, porém é bem legal. Shapes suaves e relax marcaram a apresentação da Cerruti, que vem passando por uma renovação em seu estilo. Logo após, fotos do meu TOF para o BK, pelas lentes do meu amigo Hermano Silva, que está me acompanhando no BKFWTOUR! :-)

Meu dia de desfiles começou tarde, por volta das 16h, com a Cerruti. A marca não é muito famosa entre os brasileiros, porém é bem legal. Shapes suaves e relax marcaram a apresentação da Cerruti, que vem passando por uma renovação em seu estilo. Logo após, fotos do meu TOF para o BK, pelas lentes do meu amigo Hermano Silva, que está me acompanhando no BKFWTOUR! 🙂

Fim das fotos, hora de ir para o desfile da Givenchy, um dos mais aguardados da temporada.  Givenchy: desfile lindo! Riccardo Tisci contrariou ao fugir da tendência da silhueta mais folgadas dos tecidos fluídos. O estilista apostou num street com ares militares e em criações preta e branca. Com um avião armado e pendurado no centro do galpão onde aconteceu o desfile e assinado pelo artista Paul Veroude, os modelos "marcharam"...

Fim das fotos, hora de ir para o desfile da Givenchy, um dos mais aguardados da temporada.
Givenchy: desfile lindo! Riccardo Tisci contrariou ao fugir da tendência da silhueta mais folgadas dos tecidos fluídos. O estilista apostou num street com ares militares e em criações preta e branca. Com um avião armado e pendurado no centro do galpão onde aconteceu o desfile e assinado pelo artista Paul Veroude, os modelos “marcharam”…

numa veracidade impressionante. Faixas de tecidos, como nas temporadas passadas, estavam por todos as roupas. Bolsos utilitários e zíperes enormes em jaquetas e bermudas reforçaram o aspecto militar do desfile. :-) O próximo desfile foi de uma marca que eu não conhecia, chamada Henrik Vileskov. Bem difícil e conceitual. Não curti... Mas, para encerrar com chave de ouro, Berluti!

numa veracidade impressionante. Faixas de tecidos, como nas temporadas passadas, estavam por todos as roupas. Bolsos utilitários e zíperes enormes em jaquetas e bermudas reforçaram o aspecto militar do desfile. 🙂
O próximo desfile foi de uma marca que eu não conhecia, chamada Henrik Vileskov. Bem difícil e conceitual. Não curti…
Mas, para encerrar com chave de ouro, Berluti!

Alessandro Santori, diretor criativo da casa, trocou os tradicionais sapatos por tênis, que foram misturados às criações em linho encerado em tons terrosos. Adorei! O shape das bolsas também eram interessantes, com uma espécie de dobradura, que lembravam origamis. Encontrei com o Henri na saída do desfile e fomos jantar no Café Charlô, um restaurante tipicamente francês no Marais...

Alessandro Santori, diretor criativo da casa, trocou os tradicionais sapatos por tênis, que foram misturados às criações em linho encerado em tons terrosos. Adorei!
O shape das bolsas também eram interessantes, com uma espécie de dobradura, que lembravam origamis.
Encontrei com o Henri na saída do desfile e fomos jantar no Café Charlô, um restaurante tipicamente francês no Marais…

Conversamos muito sobre nossos blogs, trocamos informações e, é claro, comemos hambúrguer com batata frita. Para acompanhar, vinho rose bem gelado.  Dia encerrado, hora de dormir. Até amanhã e boa noite! *Esqueci de comentar sobre o querido Antonio, editor de moda italiano radicado em Paris. Ele escreve para um jornal de moda francês. Gente finíssima! :-)

Conversamos muito sobre nossos blogs, trocamos informações e, é claro, comemos hambúrguer com batata frita. Para acompanhar, vinho rose bem gelado.
Dia encerrado, hora de dormir.
Até amanhã e boa noite!
*Esqueci de comentar sobre o querido Antonio, editor de moda italiano radicado em Paris. Ele escreve para um jornal de moda francês. Gente finíssima! 🙂

Nos conhecemos no ônibus da Paris Men's Fashion. Na verdade, nos falamos rapidamente em Milão... Bom, o que importa é que ele é fera e, é claro, falou um pouco sobre algumas tendências para o BK!

Nos conhecemos no ônibus da Paris Men’s Fashion. Na verdade, nos falamos rapidamente em Milão… Bom, o que importa é que ele é fera e, é claro, falou um pouco sobre algumas tendências para o BK!

BKFWTOUR - selo Paris

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *