BKVIAJA: ATELIER MONTBLANC HAMBURGO – ALEMANHA

MONTBLANC-POST1

Hi, Buddies!

Hoje eu quero contar pra vocês tudo sobre a minha viagem ao atelier de canetas da Montblanc.

O Atelier do Artesão, em Hamburgo, na Alemanha, é onde são feitas todas as edições especiais da marca. Um lugar incrível, que começou a funcionar não tem muito tempo, em 1997. Naquela época, apenas 5 funcionários trabalhavam em um espaço de 120m2. Hoje, são mais de 60 artesãos em um prédio de mais de 1.000m2.

Nesse ateliê são fabricadas as canetas mais exclusivas da Montblanc. A partir do esboço que eles recebem da empresa, começam a dar corpo ao objeto. Toda a produção de uma coleção de edição especial leva aproximadamente quatro anos para ficar pronta. E para cada uma delas, a Montblanc faz apenas 100 unidades, no máximo. Nunca mais do que isso. As edições limitadas prestam sempre homenagens a personalidades da história. Frida Khalo e Charles Chaplin, por exemplo, estão entre os homenageados pela marca.

As edições especiais geralmente são incrementadas com pedras preciosas, como diamantes, granitos, cristais, safiras… Não há matéria-prima que os artesões não saibam esculpir. Até madeira já foi usada nas canetas. São todas trabalhadas com um design único e, por isso, a maioria das edições especiais da marca se esgota antes mesmo do lançamento. Os principais compradores são colecionadores desse tipo de item. Pra você ter uma ideia, uma caneta da coleção de Charles Chaplin, por exemplo, lançada em 2000, custava cerca de 21.800 euros.

O design é uma parte importante das canetas Montblanc, mas é obvio que, além disso, elas têm que escrever bem. Por isso a marca tem um departamento focado somente na fabricação das ponteiras. Todas as ponteiras da Montblanc são feitas em ouro. Pode ser 14k ou 18k, em qualquer coloração, mas tem que ser ouro. Essas ponteiras são feitas em máquinas super modernas, mas o grande diferencial da marca são os olhos humanos que estão sempre atentos ao controle de qualidade. Nenhuma caneta é vendida se tiver um único arranhãozinho na ponteira – ou em qualquer outra parte do objeto.

É por isso que essas peças são tão caras e luxuosas. Você não pode nem tocá-las dentro da fábrica se estiver sem luvas! Se alguma peça for arranhada, ela é imediatamente retirada da linha de montagem e o ouro é reciclado. O processo de fabricação de uma ponteira, pasmem, dura quatro semanas. Dá para acreditar?

Acho que agora está claro para porque a Montblanc me encanta tanto! Eles combinam qualidade, design e materiais incrivelmente bem-acabados. Quem não quer uma Montblanc para chamar de sua?

See you later guys!

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *