BRAND REPORT: CHAPÉUS BORSALINO

BLOG DO KADU - CHAPÉUS BORSALINO

 

Hi, Buddies,

Quando estive em Milão em Junho, na Milan Fashion Week, tive o prazer de conhecer um pouco mais dos chapéus Borsalino, uma das marcas mais tradicionais deste acessório no mundo. Para quem ainda não a conhece, aqui vai um pouco de sua história:

Em 1850, o italiano Giuseppe Borsalino, nascido em 1834 em Alexandria, na Cecília, e que trabalhara em confecções de chapéu em sua cidade natal, transferiu-se para a França, considerado o centro de produção de moda na época. Em 1856, ele obteve a licença para produzir chapéus na Itália, e voltou para Alexandria, onde iniciou sua primeira produção. Em 1861 ele já produzia, em média, 120 chapéus/dia. Bacana, né?

Voltando para o presente, e para sua nova coleção Outono/Inverno 2015, a Borsalino retornou aquilo que a tornou um nome respeitado mundialmente: o básico. Esta coleção é focada em linhas elegantes e se divide em três categorias diferentes oferecendo, portanto, um leque de opções. Uma das novas propostas da marca é de expressar as tendências atuais de forma a ajudar a redefinir o estilo contemporâneo.

As categorias são Q.S Superior Quality, a qual traz os melhores materiais e produções para se confeccionar um chapéu; Alexandria, que dá mais atenção aos detalhes que estão em evidencia na moda, mas sem deixar de lado os traços simples que dão a elegância ao chapéu; e Marengo que, por sua vez, incorpora uma atitude mais caprichosa, mas ao mesmo tempo indiferente que carrega um ar informal para o dia a dia sem deixar, é claro, o DNA inconfundível da marca de lado: a elegância.

Por eu ser alto, tenho 1,90m, prefiro os chapéus com abas mais largas. Acho que os Fedora e Trilby, aqueles com abas mais curtas, não ficam tão bons em mim. Aliás, vocês sabem a diferença entre Trilby e Fedora?

Eles são muito semelhantes, pois ambos possuem canal profundo, mesmo material e aparência, porém, as abas são diferentes. O trilby tem aba mais curta, deixando-o mais moderno e elegante.

Enjoy!

Fotos: Hermano Silva

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 Comentários:
  1. Manual Fashion

    Acho um acessório lindo e estiloso, mas na cabeça dos outros, eu particularmente não tenho.

    Abraço

    http://www.manualfashion.com

  2. Maria Carmen Rocha Queiroz

    Amo chapéus!!Os da Borsalino me encantam ,pena que são caros para mim!

  3. magda iolovitch

    Meu pai, falecido em abril de 2015, adorava os chapéus Borsalino, tinha muitos deles e os usava sempre. Tenho um Borsalino dado por ele há mais de cinquenta anos.

  4. Leonardo

    Otimo. Indeed Poderia comprar?

    • Kadu Dantas

      Olá Leonardo, aqui no Brasil é uma pouco difícil de achar. Porém, eu acho que tem numa loja no shopping Iguatemi chamada Petulã. Abraço!