BKFWTOUR – LONDON COLLECTIONS: MEN FALL 2015

BLOG DO KADU - LONDON COLLECTIONS: MEN FALL 2015

Hi, Buddies,

Pronto!

À partir de hoje, começo a subir o resumo dos desfiles das semanas de moda de Londres, Milão e Paris. Além, é claro, das minhas escolhas da Pitti Uomo. Então, vamos começar por Londres, com a London Collections: Men Fall 2015, que foi minha primeira parada.

As tendências ficaram bem evidentes nesta temporada, entre elas os anos 1970, a silhueta anos 1950, o casaco furry, aquele com aparência de urso de pelúcia, peles naturais e fakes e proporções amplas e relaxadas. Já a cartela de cores é composta por tons terrosos, de azuis e cinzas. O jeans também esta em alta, mas não da forma como imaginei que seria.

Espero que gostem dos resumos dos principais desfiles que acompanhei de perto e que consigam, de alguma forma, aplicar na realidade de vocês.

Grande abraço!

Enjoy!

BLOG DO KADU - LONDON COLLECTIONS: MEN FALL 2015

A temporada de moda de Londres foi aberta com o desfile da Topman, que, inclusive, nós transmitimos ao vivo e com exclusividade. Sob o tema “Bombay City Rollers”, a equipe de Gordon Richardson nos transportou para os anos 1970, a grande tendência desta temporada. No telão, imagens psicodélicas, na passarela um homem hippie, porém sofisticado. Se o mood era a época da transgressão, tome muita boca de sino, jeans com cintura alta, casacos e coletes furry, sobretudos e muita gola rolê. O tie-die era chique, assim como as roupas com franjas, uma das minhas novas obsessões. Macacões e padronagens tiveram sua vez, no melhor estilo Boggie Oggie.

Na Topman, este tipo de coleção funciona como um laboratório de ideias para uma equipe que dedica a maior parte do tempo para a realização dos apetites vorazes e comerciais da clientela fast-fashion.

BLOG DO KADU - LONDON COLLECTIONS: MEN FALL 2015

“New Model Army” foi a expressão que dominou o desfile da estilista Astrid Andersen. Com modelos musculosos na passarela, o hip-hop dos anos 1990 e o militarismo serviram de influência para uma coleção com proporções largas nas malhas, calças, macacões e parcas. Além disso, couros brilhantes, calças jogger – aquela com elástico na barra – vinil e grafismo completaram a pegada sportwear da tribo de Andersen.

BLOG DO KADU - LONDON COLLECTIONS: MEN FALL 2015A coleção de Christopher Shannon é uma sátira sobre o insaciável apetite para o consumo. Com humor disfarçado, o desfile teve início com modelos com a cabeça cobertas por sacos de lixo e uma seleção aparentemente aleatória de apliques em suas criações. Referências da cultura pop, como a lata de Coca-Cola, e os slogans como “Broken” e “Thanks 4 Nothing” também fizeram parte do desfile.

Apesar das palavras de ordem, no entanto, o principal dialeto de Shannon é o sportswear, que neste desfile apareceu bem oversized, misturados a corselete, brilhos e gel.

BLOG DO KADU - LONDON COLLECTIONS: MEN FALL 2015John Ray construiu uma coleção baseada em torno de personalidades fortes, encontrando seu ponto de partida nos anos 1950 e 1960 e em pintores como Francis Bacon, Lucian Freud, e David Hockney e na região aristocrata da elite financeira e política da região do SoHo, em Lodres.

A maior parte do show foi construída em torno de looks casuais, bem diferente quando pensamos na Dunhill. As calças eram folgadas, enquanto as malhas,  felpudas. A silhueta era mais alta e com cortes generosos, sobrepostos perfeitamente a casacos e blazers. Destaque para uma das golas da camisa propositalmente desajustada, dando um toque extra de estilo aos looks.

O desfile poderia ter sido até meio clichê, mas o designer usou as proporções e as cores de uma forma instigante, dando vida e contemporaneidade a coleção.

BLOG DO KADU - LONDON COLLECTIONS: MEN FALL 2015Segundo Patrick Grant, designer da E. Tautz, “esta é a coleção mais pessoal que já fiz. Todas as roupas eu realmente gostaria de usar.”

O estilista buscou inspiração nos textos do escocês Douglas Dunn, que examinou as minúcias da vida no norte da Grã-Bretanha. As roupas da classe trabalhadora e os uniformes serviram para pano de fundo para uma coleção com proporções generosas nas jaquetas e nas calças, em tons de cinza, com punhos plissados e bainhas enormes! Além disso, os tamancos foram assinados por Christian Louboutin, com modelo desenterrado de uma loja de caridade.

BLOG DO KADU - LONDON COLLECTIONS: MEN FALL 2015

O diretor criativo da Gieves & Hawkes, Jason Basmajian, sabe bem a sua responsabilidade, pois cuida de uma marca cujo o endereço é No. 1 Savile Row e que possui três brasões reais na porta.

Ao invés de uma coleção old-school, Basmajian apresentou uma criações bem contemporânea se pensarmos em toda tradição da marca, principalmente pelos looks monocromáticos em tons escuros, como o preto, o bordô e o cinza. Não havia sequer uma única camisa branca, assim como os sapatos que também eram todos escuros. Chique!

BLOG DO KADU - LONDON COLLECTIONS: MEN FALL 2015

Mehmet Ali, diretor criativo da marca, fez trekking até o topo do Monte Snowdon, no País de Gales, e, enquanto estava lá, teve a brilhante ideia de basear a sua coleção em torno de montanhismo britânico.

De lá, tirou toda a paleta de cores que permeou sua coleção, tons terrosos, cinza, azuis e verde-escuro. A sobreposição foi usada de forma inteligente, mistura à malhas, alfaiataria e ao sportwear.

BLOG DO KADU - LONDON COLLECTIONS: MEN FALL 2015

J.W. Anderson criou uma das coleções mais intrigantes desta temporada. Ele é inteligente o suficiente para saber que as semelhanças entre os armários masculinos e femininos irão amplificar as diferenças. Por exemplo: os punhos alongados das mangas, os detalhes dos botões dos casacos em formato de jóias e as calças amplas nas barras mostram perfeitamente esta dualidade.

Foi uma coleção inovadora para ele, e talvez para moda masculina também. Tudo porque Anderson é bastante destemido em suas coleções. Havia muito dos anos 1970, como nos casacos com cintos de couro, os shearlings, os casaco de camurça com as mangas de malha e as jaqueta de veludo. Destaque também para os casacos furry, além dos cachecóis com franjas.

BLOG DO KADU - LONDON COLLECTIONS: MEN FALL 2015

Como já é de praxe, Jeremy Scott abusou de sua irreverência para criar a nova coleção da Moschino. O que o estilista acerta no feminino, no masculino deixa um pouco a desejar. Seu inverno é “overexaggerate”, com roupas de neve enormes, como tricôs, shearlings e peles fakes, misturados ao casual da marca, como o jeans, com cartela de cores psicodélicas.

Se o inverno de Scott é irreverente, porque não mistará-los também à florais havaianos e macacões? Na cabeça do estilista tudo é possível, até mesmo nevar durante o desfile. Segundo o estilista, os modelos estão no meio de uma floresta de neve, mas a caminho de uma rave.

BLOG DO KADU - LONDON COLLECTIONS: MEN FALL 2015

Richard James abriu seu desfile com um poncho de malha (AMO), além de um chapéu marrom com uma fita que ostenta a paleta de cores dos Andes. O  primeiro look já nos dava a dica do que estava por vir, roupas com explosão de cores, assim como detalhes de mangas e bolsos em estado inacabado, dando bossa a coleção.

Mas, foi quando a imagem de um cavalheiro britânico entrou em confronto com a energia e cultura andina que a coleção funcionou ainda melhor. Á partir daí, muitos casacos, blazers com abotoamento duplo, principalmente em tons terrosos, loafers, botas de cano alto e tons de azuis fizeram do desfile um dos meus favoritos.

Fotos: Divulgação

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 Comentário:BKFWTOUR – LONDON COLLECTIONS: MEN FALL 2015