GROOMING: MITOS E VERDADES SOBRE A BARBA

BLOG DO KADU - GROOMING - A BARBA

Hi, Buddies,

Os barbados se viram em uma encruzilhada no mês passado quando um estudo, liderado pelo microbiologista John Golobic, foi enfático na afirmação de que algumas barbas podem conter até bactérias fecais. A partir daí, começou uma discussão sobre quem tinha razão. Mas o que todos precisam estar atentos mesmo é que, com os devidos cuidados, não há com o que se preocupar. Consultamos Rober Borsato, do Red Salon Homem, que deu algumas dicas para os homens mandarem cada vez melhor com sua barba.

Mito e realidade: Não existe um tipo de pele específica para aderir ao visual barbado, no entanto, a lâmina sempre agride a pele. Sendo assim, adeque, com o tempo, todo o material para o seu barbear.

Espuma é a base de um bom barbear: trata-se de uma grande aliada, pois evita cortes e irritação na pele. Nesse sentido, procure fazer também um bom pós-barba que inclua algo calmante e hidratante entre os seus princípios ativos.

E no bigodon, não vai nada? Claro que sim, eles formam nossa barba e precisam de cuidados especiais, já que atualmente existem 10 tipos de bigodes. É necessário, independentemente do estilo, mantê-lo sempre aparado. O tempo varia de uma semana a quinze dias para aparar.

Para fazer a diferença: Faça o pós-barba diariamente. Isso mesmo! É importante usá-lo mesmo que o barbear não tenha sido feito no dia, pois renova os ativos presentes no produto. E não se esqueça do filtro solar fator 30 no rosto. Além de prevenir o câncer de pele, hidrata.

Portanto, não precisa deixar sua “barba de molho”, pois elas são mais do que bem-vindas!

Fonte: Red Salon Homem

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 Comentários:
  1. Anónimo

    Adorei o post! Posso fazer-lhe uma pergujn

  2. Luciana Levy

    Pela barba em todos os homens! \o/
    http://lucianalevy.com