NOVA YORK FORA DO ÓBVIO

Nova York é uma cidade inesgotável. Não importa a quantidade de vezes que você visite a cidade, sempre terá a sensação de que voltou faltando uma lista de coisas para fazer, lugares para visitar e sabores para descobrir. É daquele tipo de lugar em que é possível sempre descobrir algo novo e se surpreender.

Comigo não é diferente e, desta vez, elegi uma parte da ilha que ainda não conhecia muito bem para desbravar: Lower Manhattan. A parte mais ao sul da ilha tenta atrair visitantes e moradores com a oferta de novas lojas, restaurantes, museus e uma cena noturna efervescente. Confira nas próximas páginas o que há de melhor na cidade agora.

1 – Four Seasons Hotel New York Downtown

O novo Four Seasons Hotel New York Downtown é o ponto de partida ideal para explorar a nova Lower Manhattan, já que está localizado em Tribeca, a algumas quadras de Wall Street e do World Trade Center. Para completar, a filial conta com 189 quartos e suítes de 37 m² a 223 m² assinados pelo estúdio Yabu Pushelberg, todos com banheiros de mármore e banheiras de imersão. Entre as atrações do novo endereço, o CUT, restaurante do chef Wolfgang Puck com design de Jacques Garcia e obras de Tracey Emin pelas paredes.

São três ambientes com características próprias: o salão principal, bar e lounge, e uma área privativa para eventos particulares. Os pisos seguem o padrão do parquet de Versailles e as paredes são revestidas de madeira. A decoração é arrematada com cadeiras de veludo vermelho, bancos aconchegantes e cortinas em tons dourados, num ambiente refinado e relaxante. O bar e o lounge remetem a bibliotecas históricas, recheadas de livros clássicos. Os detalhes de iluminação com neon vermelho foram inspirados no artista Claude Lévêque, responsável pela pirâmide do Louvre.

FOUR SEASONS HOTEL NEW YORK DOWNTOWN
27 BarclayNew York, NY 10007
fourseasons.com/newyorkdowntown

2 – The Beekman, A Thompson Hotel

Situado em pleno coração de Nova York, o complexo “Temple Court” reabriu suas portas como um hotel de luxo. O edifício, de arquitetura vitoriana, foi um dos primeiros arranha-céus da cidade. Construído em 1881, o histórico edifício foi restaurado, presenteando os seus hóspedes com um átrio vitoriano de nove andares, que termina numa claraboia em pirâmide. As referências à época vitoriana estão por toda parte, das grades de ferro fundido aos suportes de ferro em forma de dragão, ornamentos e detalhes impressionantes. Localizado em Lower Manhattan, entre os rios East e Hudson, o The Beekman conta com 287 quartos.

O hotel também possui dois fabulosos restaurantes de luxo, comandados pelos chefs Tom Colicchio e Keith McNally. Destaque ainda para os quartos, com decoração que mistura elementos antigos aos tecnológicos, e os charmosos banheiros.

THE BEEKMAN, A THOMPSON HOTEL
123 Nassau Street
New York, NY 10038
thebeekman.com

3 – Visitar a escultura do artista Jean Dubuffet e o Brookfield Place

A Escultura “Grupo de Quatro Árvores”, localizada no Chase Manhattan Plaza, é do artista Jean Dubuffet, criador do termo “Arte Bruta”. O artista tinha por objetivo desenvolver uma arte em estado bruto e livre de amarras, na qual, ao produzir uma obra, partisse para a intuição como princípio fundamental. Ao passear por Lower Manhattan, não deixe de visitar essa escultura que impressiona pelo tamanho e pela beleza. Após a visita, aproveite para ir andando até o Brookfield Place, um espaço bem ao sul da ilha cheio de lojas bacanas e restaurantes incríveis, como o Le District.

brookfieldplaceny.com
ledistrict.com

4 – Woodbury Common Premium Outlet

Compras em Nova York estão entre as atividades mais desejadas por brasileiros que planejam ir aos Estados Unidos. E os outlets viraram uma atração à parte por causa dos preços baixos. O primeiro detalhe a ser esclarecido é que não existem outlets em Manhattan. Mas não entre em desespero! Com ônibus frequentes saindo de Port Authority – terminal de ônibus de Manhattan –, você chega rapidinho no Woodbury, paraíso das compras com descontos que incluem marcas como Givenchy, Prada, Coach e Dolce & Gabanna, entre diversas outras. Reserve pelo menos um dia inteiro para descobrir cada loja do Woodbury…

Ônibus – Operados pela Shortline Bus para o outlet, saem regularmente do terminal de ônibus da Port Authority na 42 St. e 8th Ave. No segundo andar há um guichê onde você compra os tickets, que custam US$ 42 para adultos e US$ 21 para crianças.
premiumoutlets.com/brands/center/woodbury-common

5 – Sair de Manhattan

Nova York não se limita apenas a Manhattan e há muito mais a explorar do que apenas a famosa ilha. Atualmente muitos dos melhores restaurantes, da vida noturna e da cultura nova-iorquina estão no Brooklyn, por exemplo. O sistema de transporte da cidade é excelente e é possível chegar em todos os cantinhos 24 horas por dia. Já foi na Brooklyn Heights Promenade? Queens Museum? Richmond Town? Chega de medo, preguiça ou preconceito. Saia da zona de conforto e explore Nova York de verdade! Se quiser começar a exploração pesquisando sobre os atrativos turísticos dentro e fora de Manhattan, uma excelente ferramenta é o nycgo.com, site oficial do turismo de Nova York, que sempre publica novos conteúdos e a programação cultural da cidade. As redes sociais da NYC & Company também são, além de cheias de fotos e dicas inspiradoras, uma ótima fonte de informações sobre a metrópole. Para começar a seguir: INSTAGRAM NYCGO

6 – Passeio de bicicleta pelo Brooklyn

Com certeza este foi meu passeio favorito. Conhecer o Brooklyn de bicicleta é, sem dúvidas, a melhor maneira de conhecer os encantos desse distrito surpreendente. O Brooklyn é muito grande, bem maior do que Manhattan. Então, imagina só quanta coisa tem para se fazer! Muitas vezes, principalmente para quem está indo à cidade pela primeira vez, não dá para dedicar mais de um dia para a região, por isso focamos em dois lugares que são mais procurados: Dumbo e Williamsburg.

O passeio dura, em média, 4 horas, com paradas para fotografias – o guia leva uma câmera fotográfica para registrar tudo, com explicações sobre cada parte do bairro. Ao final do passeio, não esqueça de visitar a Brooklyn Winery, um restaurante cheio de comidinhas gostosas e com uma – pasmem – vinícola na parte de trás. Eu, particularmente, adorei o Cabernet Sauvignon elaborado com uvas vindas da Califórnia. Bom demais!

Outro lugar muito legal que também visitamos foi a Governors Island, que possui uma vista fantástica para a ilha de Manhattan, além de muita história sobre como aquela pequena ilha foi utilizada durante centenas de anos pela marinha americana.

brooklynbiketours.com
bkwinery.com

7 – Whitney Museum of American Art

O Whitney Museum of American Art em Nova York, conhecido como The Whitney, é um museu imperdível para os que gostam de arte moderna. Ele possui o nome de sua fundadora, Gertrude Vanderbilt Whitney, integrante da famosa família Vanderbilt.

Em 1931, ela fundou o museu como uma plataforma para novos e inovadores artistas americanos, que tinham dificuldade em exibir suas obras de arte não-convencionais. Depois da reforma de 2015, o Whitney Museum, agora localizado em frente ao píer onde desembarcaram os sobreviventes do Titanic, sugere formas que condizem com a sua localização: náuticas.

Projetado pelo arquiteto italiano Renzo Piano, o prédio possui nove andares e, apesar de sua forma discreta, o 5º andar guarda um de seus maiores tesouros: a maior galeria aberta da cidade sem obstrução de colunas.

O foco principal do museu é arte dos Estados Unidos do século 20. A enorme coleção permanente é composta de 21 mil obras de arte criadas por mais de 3 mil artistas.

Whitney Museum: 99 Gansevoort Street
Horários: Segundas, quartas, quintas e domingos – 10h30 às 18h
Sextas e sábados – 10h30 às 22h
O museu fecha às terças, exceto em julho e agosto, quando abre das 10h30 às 18h
whitney.org

8 – Passeio de Helicóptero

Tudo bem que a vista do Empire State Building é maravilhosa. Mas, se você quer ter uma vista de tirar o fôlego – literalmente –, a melhor opção é sobrevoar a cidade de helicóptero. Há diversos passeios de helicóptero em Nova York para se fazer e custam, em média, US$ 200 por 20 minutos de voo. Os roteiros e o tempo dos tours são distintos, mas todos valem muito a pena já que você pode sobrevoar pontos como o Central Park de Nova York, Estátua da Liberdade, Chrysler Building, o estádio dos Yankees e Times Square. Para quem não tem medo de altura e sempre desejou andar de helicóptero, fazer um passeio destes em Nova York é simplesmente inesquecível.

Helicopter Flight Services
Downtown Manhattan Heliport, Pier 6
East River New York, NY 10004
heliny.com

SalvarSalvar

SalvarSalvar

SalvarSalvar

SalvarSalvar

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *